Histórico Rede Feminina de Combate ao Câncer

18 out 2016

Através da união de algumas mulheres, foi criada a Rede Feminina de Combate ao Câncer de São Bento do Sul. Entendendo a necessidade do município de criar uma entidade que pudesse dar suporte aos pacientes com câncer, além de trabalhar na prevenção da doença e também dar suporte às famílias dos pacientes, três médicas do Rio de Janeiro, que escolheram São Bento do Sul para trabalhar e viver, Dra. Ulyssea Menezes da Costa, Dra. Adriana Pinheiro Lisboa e Dra. Conceição Lourenço Azêdo, somando forças com mulheres determinadas e empreendedoras como Lizete Braga Teixeira da Silva e Simone Zgoda Bussmann, implantaram este trabalho em nosso município, o qual permanece até hoje. Foram várias reuniões realizadas que buscavam a elaboração de um plano de ação que desse suporte à entidade e, em 15 de setembro de 1999, foi então fundada oficialmente a Rede Feminina de Combate ao Câncer de São Bento do Sul, tendo como primeira presidente a médica Dra. Adriana Pinheiro Lisboa. Em 10 de março de 2000, ocorreu a inauguração oficial da entidade em uma sala anexa ao Centro Cultural Dr. Genésio Tureck na época cedida pelo poder público municipal. No dia 18 de março de 2004, a família Rudnick nos doa um imóvel para a tão esperada sede própria, que posteriormente foi ampliada e reinaugurada em 11 de dezembro de 2008. A entidade é uma instituição não governamental, de caráter privado, sem fins lucrativos, de finalidade social e filantrópica. A saúde da mulher com uma melhor qualidade de vida é o propósito que norteia esta entidade.

COMENTÁRIOS